Paróquia Nossa Senhora Mãe da Divina Providência

Sobre nós


Paróquia Nossa Senhora Mãe da Divina Providência, situada no bairro da Engenhoca, em Niterói (RJ), tem a sua Igreja Matriz à Rua Dom António de Almeida Moraes Junior, 125. 

* Foi criada por Decreto Episcopal do Bispo Diocesano Dom João da Mata  de Andrade e Amaral em 6 de agosto de 1954, quando foi elevada a condição de Paróquia a Capela de igual denominação inaugurada a 12 de novembro de 1944. 

* Na ocasião o Sr. Bispo Diocesano confiou a nova paróquia aos padres Vocacionistas de Nápoles, na Itália assumindo a sua direção o Padre Hugo Ferracio, auxiliado pelo Padre Maurício Lombardo e pelo Padre Ciro Nuzzo, todos daquela Congregação. 

* A 23 de dezembro do mesmo ano, os padres deixaram a paróquia, assumindo-a o Padre Ângelo Bruno, que os havia acompanhado da Bahia, de onde eles vieram até Niterói.

 

Párocos:

*Pe. Ângelo Bruno: 1954-1973

* Pe. Luiz Galdino da Costa: 1972 -1975

* Pe. Wilson Saraiva Wermelinger: 1975 (Vigário colaborador)

= (sem foto por enquanto) =

 

* Pe. Rolando Canalini: 1976 - 2010

* Pe. Paulo César dos Santos Câmara: 2010 - 2014

* Pe. Pedro Pereira de Moraes: 2014 - 10/2016

* Pe. Adriano Cézar da Conceição Pinheiro: Atual Administrador Paroquial


**********

Inauguração da então Capela:

Realizou-se em 12 de novembro de 1944, fato este de grande alegria para a Paróquia de São Sebastiao do Barreto, pois  seria mais um Templo onde  Nosso Senhor seria amado, venerado, glorificado e conhecido por quase um milheiro de almas.

Em preparação para a inauguração da Capela houve um

 tríduo nos dias 9, 10 e 11 de novembro, com terço, ladainha e sermão.

No dia da inauguração, estiveram presentes o Exmo Sr. Dr. Prefeito Municipal, diversas autoridades e o Exmo e Revmo, Dom José Pereira Alves, sendo assim o Revmo. Padre do Barreto, Monsenhor Raeder que apresentou-lhes a Capela e homenageou os benfeitores da sua construção, descobrindo as placas em que mandou gravar-lhes os nomes " AD PERPETUAM MEMORIAM" (Para eterna memória). Agradeceu a presença das autoridades e pediu ao Sr. Bispo Diocesano que benzesse, inaugurasse e consagrasse à Glória de Deus, por intermédio de Maria Imaculada sob o título de Mãe da Divina Providência, a Capela que pertence ao dileto povo da Engenhoca.

A bênção  solene da Capela teve como paraninfos os Exmos Srs. Dr. Brandão Júnior, Dr. Frederico Dahne, Sr. João Mendes. Sr. Daniel Torres, Sr. Antônio Gonçalves Lima e o Sr. Paulo Plácido Muniz.

Logo após, houve a assinatura da Ata da inauguração da Capela, Missa para comunhão dos fiéis, às 10h (cantada pelo Revmo. Pároco do Barreto (Mons. João Quintela Raeder), acolitado pelos Revmos. Srs. Padres Silvio Marinho e Moisés Saraiva, cor

o da Congregação Mariana do Barreto sob regência do Revmo. Padre Osmam de Jesus.

O sermão ficou por conta do Revmo Sr. Bispo sobre Nossa Senhora Mãe da Divina Providência.

Na mesma data houve batizados  ao meio dia, Crisma às 14h, procissão e Te Deum. Vale ressaltar que a Banda de Música 22 de março abrilhantou as solenidades.

Em 15 de fevereiro de 1946 foi apresentado ao pároco do Barreto, Monsenhor Raeder à Comissão construtora da Capela com o balanço geral dos custos da obra no valor de CR$ 110.509,10.

Como relatado, anteriormente, em 6 de agosto de 1954 (quase dez anos depois da inauguração da Capela), a mesma é desmembrada da Paróquia de São Sebastião do Barreto, sendo criada a nova Paróquia sob a mesma invocação de Mãe da Divina Providência.

Compilado por Claudio Muniz

Fontes:

Livro de tombo- Paróquia de São Sebastiao do Barreto.


Monografia - 1957- Arquidiocese de Niterói

 

 

 

Pesquisar no site

Contato

Equipe de Comunicação