Paróquia Nossa Senhora Mãe da Divina Providência

O Cristão e o Serviço Pastoral

06/09/2014 14:03

( Por Alberto Araújo, cantor , compositor e Diácono Permanente)


         Somos amados por Deus, somos amados ao extremo, a ponto de Ele entregar seu próprio Filho por toda humanidade, e é através da vitória do Senhor Jesus sobre a Morte, que tivemos acesso ao Reino e o Reino dos céus é para todos.

         Sim, somos chamados a participar do Reino Celestial e na glória comtemplarmos a beleza de Deus, a doce presença do Amado e a Ele dar glórias junto com os anjos.

         Deus verdadeiramente reserva para os seus o melhor, e este melhor ainda está por vir, assim como nas Bodas de Caná, por intercessão de Maria, Jesus transformou a água em vinho, e então, ao final, os convidados foram surpreendidos pelo melhor vinho. Deus sempre nos surpreende e é nesta certeza de que devemos caminhar.

Como filhos amados, o Senhor nosso Deus também nos chama, assim como fez com Samuel, como vemos em I Sm 3,10:  “Então veio o Senhor, e pôs-se ali, e chamou como das outras vezes: Samuel, Samuel. E disse Samuel: Fala, porque o teu servo ouve.” Deus chamou Samuel enquanto ele dormia e confiou-lhe a chefia do povo em lugar de Eli. A fama de Samuel se espalhou e, além de profeta, ele foi o último dos juízes de Israel e teve a missão de procurar o primeiro rei de Israel, chamado Saul, da tribo de Benjamin.

         Samuel foi um homem cuja vida foi marcada por uma profunda piedade e por um elevado discernimento espiritual, e assim, dar sua contribuição para a realização dos propósitos de Deus para o bem do povo de Israel sendo este o objetivo e razão maior de sua vida.

         Assim, também Deus tem um propósito para nossas vidas e nós também temos uma contribuição a dar para o anuncio do Reino, reino este que já sabemos que se estende a todos. E como contribuir para este anuncio? Podemos dizer que há várias formas de darmos essa grandiosa contribuição e uma delas é através do Serviço Pastoral.

           Na vida comunitária há uma grande diversidade de dons e nisto também consiste uma das grandes riquezas de nossa Igreja, pois desta forma se dá a importância de cada um de nós no plano de salvação. Como Igreja somos membros do Corpo de Cristo e é unido a este corpo que devemos caminhar. Na vida comunitária formamos uma grande família como nos diz a Encíclica Gaudium et Spes (Alegria e Esperança) “Deus, que por todos cuida com solicitude paternal, quis que os homens formassem uma só família, e se tratassem uns aos outros como irmãos. Criados todos à imagem e semelhança daquele Deus que fez habitar sobre toda a face da terra o inteiro género humano, saído dum princípio único, todos são chamados a um só e mesmo fim, que é o próprio Deus.”

        Desta forma, expressando o nosso amor a Deus, que também se dá no amor ao próximo, é exatamente assim que alcançamos o crescimento, ampliamos nossas qualidades, respondendo a nossa própria vocação. através do serviço mútuo e criando laços de intimidade com o nosso próximo, numa entrega reciproca.

        Crescemos uns com os outros, no aprendizado, na partilha, na oração,  na visão única de cada um que se amplia a partir do momento em que nos abrimos, também, ao ponto de vista daqueles que estão ao nosso lado.

         Através do Serviço Pastoral a Igreja dá continuidade ao anuncio da Boa Nova que é Cristo, trabalhando em favor da dignidade humana, rumo ao mundo mais justo e solidário. Na pastoral a evangelização dar-se através da disponibilidade para o serviço, anúncio, diálogo e testemunho de vida, manifestando a verdadeira comunhão. Está disponibilidade se dá de forma livre, sendo a nossa resposta ao chamado de Deus, naquilo que Ele quis precisar de nós. Ele nos chama com total conhecimento de nossas capacidades e limitações; a nós cabe responde-lo com total confiança!

         Nós Cristão, como a Palavra Deus mesmo nos diz, continuamos tendo tudo em comum, somos um em Cristo. Ele nos uniu, e por Ele devemos repartir com alegria os dons que nos foram confiados, cada um naquilo que puder ofertar,  e que esta,  seja uma oferta sincera, de coração!

         No serviço pastoral não somos chamados a vivermos a nossa individualidade, devemos ser complementos uns para com os outros para melhor fazermos aquilo que o Próprio Jesus nos pede. Sabemos que assim como há uma diversidade de dons, também há diversidades de temperamento e de opinião,  contudo, ao olharmos para os nossos Santos, vamos observar que eles não eram iguais e mesmo com suas diferenças, eles souberam seguir com retidão em seus testemunhos, se colocando aonde Deus quis, e mantiveram-se em Cristo, deixando que Ele fosse o Centro de suas vidas, seguiram assim até o fim.

        Assim como num corpo humano dá se importância de que todos os seus membros sejam preservados, no Serviço Pastoral também dá-se essa importância pois, formamos uma só comunidade que é a Igreja, Corpo de Cristo, onde nós somos os membros e Ele é a cabeça! Sobre nós há um só Espírito e é Ele que nos dá condição de seguirmos nos anuncio, fortalecido na Palavra de Deus e consciente no que diz respeito a doutrina de nossa Igreja e assim melhor servir, somos chamados a vivermos a unidade, a ajudarmos os mais necessitados e sermos sal e luz, reflexo de Cristo num mundo tão necessitado.

         Os Serviços Pastorais são abrangentes naquilo que mais necessita o mundo, seja em todos os aspectos. Sejam eles: catequéticos, litúrgicos, social , nos mais variados meios de evangelização para que através destes, todos possam ter sua dignidade preservada de acordo com os ensinamentos deixados por Jesus Cristo e,  juntos, caminharmos na direção em que o próprio Senhor nos aponta, que é rumo a salvação! Somos todos chamados a participar e contribuir no plano de Salvação.

         É muito válido ressaltar a importância de toda comunidade no serviço Pastoral! É necessário um despertar  e um olhar observador, para que cada um veja no que pode melhor contribuir e servir. É necessário que ponhamos as mãos no arado e sejamos operários,  para a construção do Reino no anuncio da Boa-Nova.

        E você, faz parte de alguma Pastoral? Já procurou analisar onde melhor pode contribuir? Já se colocou a serviço? Se ainda não o fez, saiba que Deus te chama! Se tua resposta for sim, verás que é muito gratificante servir ao Senhor com alegria! Se te colocares ao serviço faça tudo para a honra e glória de Deus, desta . verás muitos frutos!

        Procure uma Pastoral, um agente ou coordenador, converse com teu sacerdote para melhor instruir-se a respeito de tua vocação! Assim. como fez com Samuel. o Senhor nosso Deus tem um grande propósito para tua vida,  pois todos nós somos importantes aos olhos do Pai! Ele te chama e que ouvir tua resposta!

        Ficai todos com a palavra de Deus que temos em: I Cor 12,4- 11

Há diversidade de dons, mas um só Espírito.
Os ministérios são diversos, mas um só é o Senhor.
Há também diversas operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos.
A cada um é dada a manifestação do Espírito para proveito comum.
A um é dada pelo Espírito uma palavra de sabedoria; a outro, uma palavra de ciência, por esse mesmo Espírito;
a outro, a fé, pelo mesmo Espírito; a outro, a graça de curar as doenças, no mesmo Espírito;
a outro, o dom de milagres; a outro, a profecia; a outro, o discernimento dos espíritos; a outro, a variedade de línguas; a outro, por fim, a interpretação das línguas.
Mas um e o mesmo Espírito distribui todos estes dons, repartindo a cada um como lhe apraz”

 

Que Deus abençoe a todos!

Pesquisar no site

Contato

Equipe de Comunicação